sábado, 29 de junho de 2013

Teste de glicemia obrigatório

Diabética desde 1986, até meados dos anos 90 não tinha sofrido qualquer crise grave em função de descompensação glicêmica, pois assim que percebia os sintomas de hiperglicemia ou hipoglicemia, tomava as medidas necessárias para normalizar a glicemia.

No início dos anos 2000, tornei-me assintomática, e deixei de contar com os sintomas de hipoglicemia e hiperglicemia para me ajudar a corrigir as descompensações. Certa vez minha glicemia caiu muito e eu fiquei inconsciente. Fui levada ao Hospital das Clínicas e, após algum tempo, acordei com o médico dando tapas na minha cara e me perguntando se eu era diabética, e eu respondi que sim. Depois me contaram que, quando cheguei lá inconsciente, eles fizeram o teste de glicemia e, verificando que ela estava muito baixa, foram aplicando pequenas doses de soro glicosado até que eu recobrasse a consciência. Desde então, levo comigo uma carteirinha com informações sobre a minha doença, contatos da família e do meu endocrinologista.

Mas, em muitos casos, quando a doença ainda não foi diagnosticada e a própria pessoa nem sabe ser portadora de diabetes, existe um grande risco de, ao dar entrada num hospital ou pronto-socorro com sintomas de hiperglicemia, estes serem confundidos com outro problema de saúde, e esta pessoa receber soro glicosado, o que agrava ainda mais o quadro hiperglicêmico, podendo levar à morte. Neste ano, uma menina de 8 anos faleceu em Teresina porque os médicos não cogitaram que seu mal-estar correspondia a um quadro de hiperglicemia, e aplicaram-lhe o soro glicosado. Mas esta não foi a primeira morte em função de aplicação equivocada de glicose num diabético que desconhecia sua condição.

Mas pode ser a última!

Quando damos entrada num hospital ou pronto-socorro, temos nossa temperatura, batimentos cardíacos e pressão aferidos antes de qualquer atendimento. Se o teste de glicemia for inserido entre essas aferições prévias, o médico que atender o paciente com hipo ou hiperglicemia poderá agir de maneira eficiente, evitando que os diabéticos que desconhecem sua condição sejam tratados com soro glicosado. E os que sabem, se chegarem ao hospital inconscientes, receberão o soro, possibilitando uma recuperação mais rápida.

Para evitar que mais incidentes e mortes desnecessárias ocorram, o grupo Blogueiros de Diabetes está promovendo uma campanha para tornar o teste de glicemia obrigatório em atendimentos em hospitais e prontos-socorros. Este é o vídeo da campanha:
A campanha tem por objetivo recolher 10.000 assinaturas para requerer ao Poder Legislativo a criação de uma Portaria que torne o teste de glicemia obrigatório nos atendimentos em hospitais e prontos-socorros.

Assinei a petição para que todas as pessoas tenham a mesma chance que eu tive na ocasião em que fiquei inconsciente por causa de uma hipoglicemia grave: a chance de continuar a viver! Vamos todos assinar e compartilhar? 
Para assinar, clique em: Petição
 

Nenhum comentário: