terça-feira, 27 de maio de 2014

Clipe de bomba quebrado antes do prazo de garantia (1 ano) dá direito a outro gratuito

Em junho de 2012, quando recebi a minha bomba de infusão de insulina com monitoramento contínuo da glicose intersticial, ela se fazia acompanhar por dois clipes para apoiar a bomba na roupa, um maior e outro menor. Este último, por possibilitar que a bomba melhor se acomode dentro dos vestidos que tanto uso, ou ainda por sobre um cinto, sempre foi o meu preferido.


Passado um ano, em junho de 2013 esse clipe se quebrou em função do uso. Entrei em contato com a Medtronic e fui informada que o prazo de garantia do clipe (1 ano) havia se expirado e, portanto, seria necessário comprar outro, o que fiz prontamente por usar bastante esse acessório.

Esse segundo clipe, entretanto, durou pouco mais que 6 meses. Em janeiro de 2014, durante viagem a Argentina, o clipe se rompeu sozinho. Nessa viagem também tive problemas com o minilink, mas este assunto será objeto de outra postagem sobre o teste do isig para aferir a normalidade do funcionamento do transmissor.

Voltando ao Brasil, entrei em contato com a Medtronic pelo telefone do plantão (0800- 7739200), ocasião em que descobri que o prazo de garantia do clipe é de um ano (essa informação não vem na caixa da bomba de insulina). Informei que o meu clipe havia se quebrado antes do prazo de garantia, e outro me foi fornecido sem nenhum custo adicional.

O clipe em questão configura exatamente o que o Código de Defesa do Consumidor chama de produto defeituoso (artigo 12, § 1º), porque deixou de servir para o uso antes do tempo previsto, ou seja, durou muito menos do que a empresa fornecedora garantiu que duraria.

Em casos como este, o consumidor pode exigir a substituição do produto viciado por outro da mesma espécie, em perfeitas condições de uso (artigo 18, § 1º, I, CDC), e sem nenhum custo adicional.



Recebi um novo clipe em janeiro de 2014, que durou menos ainda (já quebrou agora em maio) e, entrando em contato mais uma vez com a Medtronic, vou receber outro, de novo, gratuitamente. 

Não importa o número de vezes que o produto quebre antes do tempo de garantia: sempre que o clipe durar menos que o tempo previsto (1 ano, contado a partir do recebimento do clipe em uso), nós clientes teremos direito à substituição por outro do mesmo tipo. Se a empresa não investe na qualidade do produto que negocia, ela é a própria responsável por sua desídia. 

Infelizmente somos nós, os usuários, que sofremos em função da má qualidade desses produtos, porque quando o clipe se rompe abruptamente, a bomba de insulina fica pendurada, puxa o extensor, e pode até mesmo retirar o catéter da pele, causando sangramento e, interrompendo o fluxo da insulina, causa também a elevação da glicemia, o que representa risco à saúde do usuário da bomba, e prática contrária ao disposto no Código de Defesa do Consumidor (artigo 8º). Isso, sem contar o risco da bomba cair no chão e se quebrar.

Vamos então melhorar a qualidade desse clipe Medtronic? A bomba de infusão de insulina com o monitoramento contínuo é excelente, e merece se fazer acompanhar por acessórios de uso de boa qualidade, que não se quebrem antes do prazo de garantia.

5 comentários:

Anônimo disse...

Ótimo saber disto, o meu clipe quebrou com 3 meses de uso. Eu ia ligar mesmo para a medtronic solicitando um novo.
Abs
Cristiane

Debora Aligieri disse...

Pois é Cristiane, os clipes estão quebrando muito facilmente. No facebook vários usuários estão reclamando dessa questão. Já enviei o link dessa postagem para a Medtronic por facebook (postei na página deles) e por twitter. Vamos ver se melhora a qualidade, e se eles começam e informar também que o prazo de garantia do clipe é de um ano. Abraços.

Anônimo disse...

Olá a todos! Meu nome é Alex e sou diabético desde os 17 anos (hoje tenho 32). Atualmente uso a bomba de insulina da roche, que foi indicada pelo médico que me acompanha. Estive pesquisando sobre as bombas de insulina e descobri que a medtronic tem um sensor, que fica junto com a bomba, que mede a glicemia a cada 5 min. Esse sensor funciona corretamente? Posso devolver a bomba da roche e trocar pela da medtronic, por conta do sensor?

Debora Aligieri disse...

Olá, Alex.

O sensor da medtronic tem alguns defeitos, e em situações de oscilações extremas de glicemia costuma falhar bastante. Mas em situações de normalidade, funciona muito bem. Graças ao monitoramento, consegui evitar crises espasmódicas de hipoglicemia noturna que sofria ao menos uma vez por semana antes de instalar a bomba e o sensor. Há pouco chegou no mercado brasileiro uma versão nova deste sensor que, segundo relatos de pessoas que testaram o produto, funciona bem melhor que o atual. Esse novo sensor se chama enlite. Quanto a devolver a bomba da roche e trocar pela da medtronic, você parece estar falando de um processo, e para que isso ocorra, há muitos fatores envolvidos - processo administrativo ou judicial, a região em que você reside, etc. Assim, não posso te responder sem esses dados. Mas, se o seu médico e/ou equipe de saúde constatar que você precisa do monitoramento para cuidar de sua saúde, seja qual for a forma, você deve receber, já que saúde é dever do Estado e direito de todo cidadão (artigo 196, da Constituição Federal). Abraços.

Alex Ricardo disse...

Obrigado Débora pelos esclarecimentos. Vou conversar com o médico que me acompanha sobre o sensor. Abraços.