segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

AIDS e dignidade humana

O tema da OPAS para o Dia Mundial da luta contra a AIDS desse ano foi “Fechar as lacunas – por uma geração livre de AIDS. Isso deixa claro o objetivo de continuar a ampliação da cobertura das medidas de prevenção, atenção, suporte e tratamento para todas as pessoas que vivem com HIV/AIDS e identificar e acabar com a lacunas existentes entre aqueles que não estão sendo assistidos ou não sabem seu diagnóstico. O preenchimento dessas lacunas traz à tona a possibilidade de controle da epidemia do HIV até 2030. Para que isso se torne realidade, os países devem se empenhar cada vez mais para implementação de estratégias de prevenção combinada, diagnóstico das pessoas que não sabem seu status do HIV e tratamento para todos que necessitam.

Recente relatório da OPAS/OMS mostra que o número de pessoas que recebem tratamento na região das Américas aumentou de 210.000 em 2003 para 795.000 em 2013, o que representa atualmente 44% de todas as pessoas que vivem com HIV/AIDS na região.

No Brasil atualmente é estimado em 718.000 pessoas vivendo com HIV, sendo que 20% não sabem do seu status. Aproximadamente 313.000 ou 44% estão atualmente recebendo terapia antirretroviral.

Ainda existem lacunas, e muitos obstáculos a serem vencidos, mas o Brasil tem nos últimos anos se empenhado em ampliar e diversificar as ações para o controle da epidemia. A incorporação de novas tecnologias para o diagnóstico, prevenção e tratamento vão acelerar esse processo nos próximos anos.

A incorporação dos Testes Rápidos para diagnóstico não só do HIV, mas também de Hepatites Virais e Sífilis, facilita o acesso para muitas pessoas. E como diminui o tempo de espera pelo resultado para alguns minutos, esses pacientes não se perdem do sistema. O país ainda estuda a disponibilização do Auto teste em farmácias e drogarias. O Auto teste é um método diagnóstico simples e rápido, que pode ser feito pela própria pessoa, ao coletar material da cavidade oral.

No campo do tratamento, o Brasil estendeu a indicação para Terapia antirretroviral para todos que vivem com HIV/AIDS, independente dos níveis de imunidade ou estágio da doença. O tratamento além de melhorar a qualidade de vida das pessoas com HIV/AIDS e evitar complicações decorrentes da evolução da doença, também funcionam como prevenção, pois pessoas com carga viral indetectável têm um risco de transmitir o vírus reduzido. A incorporação de drogas combinadas em um único comprimido, e a eleição de um esquema terapêutico preferencial, facilitaram muito o tratamento, e assim a adesão dos pacientes.

A combinação dessas novas estratégias com as já utilizadas anteriormente, como distribuição de preservativos e campanhas educacionais, traz nova perspectiva para o enfrentamento do HIV no Brasil.

Outro avanço importante tem sido alcançado na eliminação da transmissão vertical do HIV na América Latina e Caribe. Na região o número de gestantes que recebem tratamento durante a gravidez aumentou de 59% em 2010 para 93% em 2013. As provas diagnósticas têm sido realizadas em pelo menos 74% de todas as mulheres grávidas das Américas. Com essas intervenções, foi possível diminuir a taxa de transmissão vertical da região para 5% em 2013, e 9 países já possuem dados compatíveis com a eliminação da transmissão vertical. No Brasil, 90% das gestantes foram testadas para o HIV, e a taxa de transmissão vertical em 2013 foi de 3,4%, o que faz que o país esteja próximo de alcançar os objetivos para a eliminação da transmissão vertical do HIV.

A OPAS/OMS apoia os países membros com a incorporação das mais recentes evidências científicas para que tenham programas de prevenção e tratamento eficazes para que a região consiga alcançar as metas para eliminação da epidemia do HIV como um problema de saúde pública. E o Brasil, com seus avanços na área, têm sido uma forte liderança e um exemplo para outros países na região das américas no enfrentamento do HIV.

O Dia Mundial da AIDS, que acontece no dia 1 de Dezembro de cada ano desde 1988 é uma oportunidade para disseminação de informações e conscientização sobre prevenção, atenção e tratamento do HIV, além de promover discussões e avanços sobre o tema.

Referências:
Antiretroviral Treatment in the Spotlight: A Public Health Analysis in Latin America and the Caribbean – 2014. PAHO
2014 Update: Elimination of Mother-to-Child Transmission of HIV and Syphilis in the Americas. PAHO
Programa da AIDS da Sede da OPAS (em inglês e espanhol)
Campanha do Dia Mundial da luta contra a AIDS 2014 (em inglês)
Boletim Epidemiológico - Aids e DST Ano II - nº 1, dezembro de 2013 Ministério da Saúde - Secretaria de Vigilância em Saúde - Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais. Brasil




 
Trecho do filme "Pavão", de Paulo Alberton

Nenhum comentário: