quinta-feira, 17 de abril de 2014

O que há em comum entre os sucos industrializados, a obesidade infantil e o diabetes tipo 2?

A obesidade infantil explode, gerando doenças que eram consideradas de adultos, como diabetes tipo 2, prejudicando a qualidade de vida de crianças e adultos. Os sucos desempenham um papel importante nisto. Veja vídeo de 4 minutos do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor - IDEC.


Esta ação do Idec surgiu por conta da preocupação com as bebidas de fruta que as famílias estão consumindo. O IDEC descobriu, por meio de uma pesquisa publicada em fevereiro de 2014, que as bebidas de néctares (“suco de caixinha”) estão com frutas de menos e açúcar de mais.

Há alguns anos, não havia casos de diabetes tipo 2 em crianças, e hoje além de existir, o número de ocorrências vem aumentando no mundo inteiro, conforme constatação divulgada ano passado pela Sociedade Brasileira de Diabetes - SBD, nas Diretrizes 2013/2014. 

Segundo  SBD, o aumento de incidência do diabetes mellitus tipo 2 (DM2) entre crianças e adolescentes vem sendo observado em várias regiões do mundo. O aumento registrado na prevalência da obesidade na adolescência nos últimos anos explicaria, em grande parte, o avanço do DM2 nas populações jovens, assim como o desenvolvimento metabólico, associada a doenças cardiovasculares na maturidade.  

As elevadas taxas de obesidade na infância e na adolescência estão relacionadas com o sedentarismo crescente e a mudança nos hábitos alimentares, frequentemente com dietas hipercalóricas e hipergordurosas.

Ainda, segundo a SBD, uma das grandes preocupações do diagnóstico de DM2 no jovem é que algumas comorbidades, como a nefropatia, apresentam-se tão comuns na criança como no adulto. E este desenvolvimento de complicações precoces terá implicações para o resto da vida tanto para criança como para o orçamento da saúde pública.

Em novembro de 2012, foi lançado o documentário "Muito Além do Peso", em um contexto de amplo debate sobre a qualidade da alimentação das crianças e os efeitos da comunicação mercadológica de alimentos dirigida a elas. 

O filme mergulha no tema da obesidade infantil ao discutir por que 33% das crianças brasileiras pesam mais do que deviam. As respostas envolvem a indústria, a publicidade, o governo e a sociedade de modo geral. Com histórias reais e alarmantes, o filme promove uma discussão sobre a obesidade infantil no Brasil e no mundo.

Quanto aos sucos, eu, que já sou diabética, utilizo esses produtos justamente quando preciso fazer a glicemia subir.

Nenhum comentário: